E esse hiato de TRT? O que fazer?

By  |  0 Comments

Oiiiii concurseiros e concurseiras do Brasil!!!

 

Como estão?

Aê pessoal que vai fazer prova semana que vem: BOA SORTE!!!! Arrasem total nessa prova!!  😉 😉

Bom, eis o que está passando em minha cabeça, com toda essa crise, e como tudo está atualmente, com esse hiato nos TRT’s:

– Não vai ter mais TRT em 2016, e não sei como vai ser em 2017. Se tiver, vai ser só pra arrecadar fundos.

– Os TRT’s que estão com concursos vigentes estão com nomeações suspensas, só nomeando em caso de vacância, e olhe lá…

 

Ai me pergunto: eu, que resolvi me focar e estudar só pra TRT durante todo esse tempo, o que faço?? 😐  😐  😐

Vejo os concursos pra juiz trabalhista ocorrendo de vento em polpa. Nada mudou… Mas, poxa, não me vejo feliz sendo juíza…  😥 Não acho que seja meu perfil… Pode ser que isso mude, e por isso vou assistir umas audiências esses dias, pra eu tirar a prova dos 9.

Vou ser sincera pra vocês, e sem hipocrisia: eu estudo atrás de ESTABILIDADE e FELICIDADE!! Estabilidade pra nunca ser pega de surpresa, e não ter que tirar meus filhos da escola porque meu chefe resolveu me demitir…

O dinheiro não entra na minha prioridade… Claro que não vou estudar para um concurso que me pague 2 mil reais, numa altura dessa do campeonato. Mas, por exemplo: conheci um juiz que disse que ODEIA SER JUIZ!!! Ele é muito rico, tem estabilidade, mas é SUPER INFELIZ!! De que adianta??

Meu marido tem poucos meses de Analista Judiciário, e eu simplesmente AMO tudo que ele me conta do trabalho dele, ou seja, eu seria MUITO FELIZ sendo analista, mesmo ganhando X mil reais a menos que um juiz.

Então, nesse hiato de TRT, onde eu não sei onde tudo isso vai parar, me pergunto: qual meu plano B?

Penso no MPT… Acho que é mais meu perfil do que magistratura… Mas sempre pensei em ser Analista, amadurecer, e depois estudar para o MPT…

Olha, muitos podem ficar chateados com o que vou falar, mas meu modo de pensar é esse: é preciso muita maturidade pra uma pessoa ser juiz (a). Não concordo quando a pessoal estuda logo de início pra magistratura, sem nenhuma experiência. Gente, você faz umas 20 audiências por dia, e cada audiência dessa representa uma vida inteira de trabalho de um ser humano, que está nas suas mãos.. É uma família em suas mãos!!!! Acho que é preciso muita maturidade emocional e profissional…

Não quero errar. Não quero sentir que estou maculando a minha moral; não quero me sentir mal em minha profissão… Mas me sinto meio sem chão e sem opções… Não sei pra que lado correr… Nunca dei atenção a outros concursos, porque sempre quis analista do TRT. E agora, estou mais perdida que tudo…

Vejo o site da globo dizendo: concursos abrem oportunidades de emprego!  Quando abro a notícia: só prefeituras… 😯  😯

Os professores dizem: não parem de estudar! Quando os TRT’s voltarem, vão vir com tudo, e vocês têm que estar preparados. Mas, o que fazer até lá? Eu, que estou numa situação cômoda, onde meu marido, que era concurseiro junto comigo, me diz: quero que você foque nos estudos; fique só estudando que meu vencimento dá tranquilamente pra mim e pra você… Eu, nessa situação, não quero ficar parada esperando tudo se normalizar, imagina quem não tem esse apoio?

Então, acho que podemos agir como uma verdadeira trupe, onde todos sabem as dificuldades de um concurseiro, e nos ajudarmos mutuamente, o que acham?

Vamos chamar 2 tipos de pessoas aqui pro blog, e pedir que eles respondam algum dos dois questionários abaixo. São eles:

1- Os que estudam pra concursos que não seja TRT;

2- Os que já estão atuando em cargos que não sejam TRT.

 

QUESTIONÁRIO PARA OS QUE ESTUDAM PRA OUTROS CONCURSOS:

1- Teve alteração no seu concurso com essa crise? Se sim, quais?

2- Com que frequência tem prova? Quando será a próxima?

3- Qual o vencimento?

 

QUESTIONÁRIO PARA OS QUE JÁ EXERCEM CARGOS QUE NÃO SÃO DO TRT.

1- Na prática, quais atividades você realiza? Poderia nos dar exemplos práticos? Tipo: você trabalha com precatórios, trabalho escravo, família etc…

2- Qual vencimento?

 

Quem em sabe assim encontramos um plano B que anda escondido por aí?

Conto com vocês para angariarmos bastante informações. Mandem o link desse post pra a pessoa e peça pra ela responder um dos questionários no qual ela se encaixa. Topam?

PS: Gostaria muito do relato prático do Henrique Correia, que é do MPT. Queria saber se MPT é da forma que penso que é… Uma vez perguntei a um professor, que também é do MPT, como era trabalhar no MPT, e ele me respondeu: é ótimo, temos férias de 60 dias, sem trabalho pra fazer… Fala sério!!! Isso é descrição de um trabalho?? Só se for pra quem quer “sombra e água fresca”. Quero ser realizada profissionalmente!!! Quero chegar em casa orgulhosa da minha produção em meu trabalho!!

E ai? Vamos nos ajudar a sair desse escuro??? Vamos mandar o link para pessoas que fazem outros concursos e para  os que já exercem cargos públicos, para que eles possam nos ajudar…

 

Beijos com esperança que, ainda essa semana, estaremos com as coisas mais claras na nossa cabeça…

 

 

 

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>