Fuga pós-prova!! Hahahaha

By  |  4 Comments

Olá pessoal!!!

 

Vim contar aqui a minha peripécia pós-prova, que deu muito certo logo depois que voltei da viagem. Vamos por partes.

Como vocês viram no post anterior, eu me auto-eliminei de uma prova que estudei igual a uma condenada, e, óbvio, isso me destruiu emocionalmente.

Fiquei na cidade onde fiz prova até terça-feira, e meu voo de volta pra minha terrinha foi na noite de terça-feira. Eu e meu marido chegamos aqui por volta as 20:30.

Agora vou ter que voltar um pouquinho:  há, mais ou menos, uma semana atrás, ok? Lá estava eu, toda empolgada com o meu super ritmo de estudo. Aí falei ao meu marido: “amor, vamos comprar patins pra a gente andar? Como, com fé em Deus, essa tormenta de concurso acabará semana que vem, a gente vai andar todos os dias quando voltarmos da prova!!”.

Pois bem, o patins chegou em minha casa na sexta a noite: véspera da minha viagem….

Retornando ao meu PÓS-prova… Triste, desestimulada, e só pensando: como vai ser quando eu chegar em casa? Não quero ficar deitada na cama chorando, descontando a raiva no travesseiro…

TERÇA-FEIRA A NOITE: Aí, me veio a ideia: quer saber? Não vou pra casa chorar não!!! Falei com meu marido, liguei pra 2 amigos que também compraram o patins para andarmos, e disse: chego no aeroporto 20:30; passo em casa, deixo a mala, troco de roupa, pego o patins e vamos pra rua andar!!!

Genteeee, tinha mais de 15 anos que eu não andava de patins!!! Quando ele chegou aqui, na sexta-feira, eu não consegui nem ficar em pé!!! Hahahahahhahahah

Mas foi o que eu fiz!! Nem a blusa troquei!!! Só troquei a calça jeans por uma calça legging e pronto. Saí de carro parecendo uma criança, coração disparado, sorrindo a toa, com aquele medo gostoso… E ali, aquela bendita prova desapareceu COMPLETAMENTE!! Juro por Deus, foi completamente mesmo!!!

Foi cômico porque, no início, eu continuava sem conseguir ficar de pé. Nem eu, nem meu marido. Hahahahahahha

Mas depois fomos andando devagarinho, nos segurando pela balaustrada da rua, e depois de uns minutos eu já estava correndo, andando agachada, andando de braços abertos e olhos fechados, me sentindo leve, feliz, livre, como há muito não me sentia…

Cheguei em casa depois de meia-noite..  😛  😛

Aí vocês devem se perguntar… e depois de tudo isso, voltou a pensar na prova? Na terça-feira, quando cheguei em casa, depois da minha aventura, só deu tempo de tomar banho e cair na cama de tão cansada que eu estava. Então, a resposta é: na terça, não chorei pela prova não.

(ONTEM (QUARTA-FEIRA):  Fiquei com alguns pensamentos. Pensava na prova que tenho daqui a pouquíssimo tempo. Quero estudar logo, mas meu marido diz que eu tenho que me dar um descanso até, pelo menos, segunda-feira. Acho que descobri que tenho compulsão por estudo: não estou conseguindo me segurar e estou louca pra ir ver o edital, o que cai, separar material… Então, para não pensar em nada, simplesmente me joguei na cama e dormi o dia inteiro!!!

Mas, fiquei feliz quando alguns amigos comentaram pra mim assim: no vídeo de você andando de patins (sim, eu filmei!!! Hahahahahha), você parecia a pessoa mais feliz do mundo!!!

Como nossa mente é louca, não? Um simples objeto, uma simples ação, capaz de mudar tudo da água pro vinho….

ONTEM A NOITE (AINDA NA QUARTA ): Estava com meu emocional lá embaixo de novo. Não teve ansiolítico que desse jeito. Deu 2, 3, 4 horas da manhã e eu só pensava no que eu deveria fazer. Minha cabeça simplesmente não para, não descansa!!! Então, as 5:30 da manhã, me levantei (sem ter dormido nem um minutinho se quer), e lá fui eu olhar o edital da bendita prova; separar os materiais; bla bla bla… Depois disso?? Consegui dormir!!  😕  😕

QUINTA-FEIRA (HOJE): Me sinto bem cansada… Mas não só fisicamente (os efeitos do patins ainda permanecem; sedentarismo X horas de patins depois de uma viagem dá nisso). Mas me sinto cansada das atividades da vida sabe. Queria tirar férias de tudo e me dedicar 100% aos estudos. E to pensando seriamente em fazer isso… Mas a vontade de estudar pra a prova persiste. acho que não vou conseguir me segurar até segunda pra começar a estudar não. 😳 😳 😳

Bom galerinha, esse foi um breve resumo do meu pós-prova. Conselho? Comprem patins, skate, bicicleta, qualquer coisa que te remeta a sua infância, de quando você era livre de problemas. Atividades que você possa fazer ao ar livre. Isso me ajudou muitooo!!! E tenho certeza que vai continuar me ajudando. Hoje, acho que vou andar de novo!!! Hahahahahahaha

 

Beijos com muita aventura, pois ela nos traz a adrenalina e nos faz esquecer dos problemas… Hahahahahha

 

 

 

 

4 Comments

  1. Greice

    30 de julho de 2015 at 15:09

    Nossa, parece que fui eu quem escreveu este texto! Hahahaha!!! O.O
    Também comprei patins antes da prova, e prometi que começaria a andar assim que a loucura passasse. No Domingo também me eliminei: confundi as malditas bolinhas marquei algumas respostas erradas no gabarito. Saí da prova literalmente aos prantos. T_T
    Ontem qdo meu marido saiu pra trabalhar (ele não quis comprar patins, o chato :p ) coloquei os patins nos pés, depois de quinze anos, e tentei ir de um quarto pro outro, quase estabacando no chão e rindo feito uma louca. Só os gatos como testemunhas. :p
    Agora falta andar de olho aberto, de olho fechado, sem apoiar em nada, como vc fez. :) Mas vida que segue, concurso teremos outros e ficar pra baixo não vai nos ajudar em nada. :)

    • Diario de Concurseiro

      30 de julho de 2015 at 23:50

      Que legal Greiceeee!!!!!!

      Eu ainda consegui não chorar dentro da sala (não sei como). Acho que se eu começasse, ninguém mais iria fazer a prova, já que eu me eliminei com, mais ou menos, 3 minutos de prova.
      Convence seu marido a comprar o patins!!!! É tão gostosooooooo!!!
      Quando o patins chegou aqui na sexta, eu fui me segurando no corredor até a sala; ai quando cheguei lá, a moça que trabalha aqui tinha acabado de passar pano na sala!!! kkkkkk Já cheguei lá abrindo as pernas escorregando!!! Se ela não corre pra me segurar, acho que teria ido fazer a prova de muletas!! Hahahahha
      Mas já já você estará voando de patins e sentindo uma liberdade maravilhosaaaaaa!!!!

      Beijos!!!

  2. Greg Shellhaas

    3 de setembro de 2015 at 16:39

    São super concorridas, tem gente que sai e deixa guardado lugar, as vezes não é silenciosa, na semana de prova fecham para os alunos da faculdade. Já pensou em profissionalizar seu local de estudos?

    • Diario de Concurseiro

      3 de setembro de 2015 at 23:22

      Olá Greg…

      Seja bem-vindo!!!

      Acho que você comentou na postagem errada… Você deve estar se referido aos locais de estudo, não? Nessa postagem aqui, contei a minha fuga depois da péssima prova que fiz… rss

      Mas, se for quanto aos locais de estudo, sim, são muito concorridos!!! Vejo exatamente como você!! tem que chegar super cedo pra pegar o lugar, a vezes criam problema por você guardar seu lugar quando dá uma saidinha rápida… Não há aquele silêncio que tanto almejamos…

      Já pensei muitooo em profissionalizar meu local de estudo!! Abrir uma sala de estudo bem l=estruturada voltada pra concurseiros, eu acho que iria bombar, proque a carência é enorme… Mas cadê grana pra isso?? rsss

      Beijos e seja bem-vindo novamente!!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>